sábado, 25 de fevereiro de 2012

Dia 56 - Horário de Verão

Boa Tarde Queridos Leitores e Amadas FLYMigas!!

Dei uma olhada nos BLOGs que sigo e percebi o quanto somos múltiplas... como viajamos em diversos assuntos: flmes, artesanato, organização, cuidados com o lar, finanças... é imensamente comentado pelos quatro cantos que se permanecermos na NET - não só protelamos o que precisa ser feito - como ao desligar o Micro, ficamos com a sensação de que lemos pouco...

O meu desafio de fazer as dicas e manter minha organização por 366 dias me dá aquela sensação estranha, de como manter meu ritmo, me vigiar para não "Cair da Carroça" e seguir em frente, apesar de LERs, desânimo...

O curioso com essa avaliação é que não me sinto pressionada, nem desanimada nesses 56 dias, pelo contrário, quando olho o penso em que vou trabalhar e analiso o que precisa ser feito, descubro que vou levar menos tempo e terei resultado prolongado...

Sei que é estranho, em uma sociedade em que tudo corre depressa demais, dias, meses, feriados - e eu aqui, no BLOG seguindo um dia por vez, conhecendo e reconhecendo cada canto e caixa de casa, compartilhando minhas aventuras e desventuras caseiras... pois não sou nascida organizada e - se eu não me vigiar, seguindo passo à passo o Sistema FLYLady, minha casa vira um CAOS....

No momento faço menos atividades do que antes - fico mais quietinha para recuperar um pouco mais da LER... 

Hoje dei uma geral na casa, para passar um final de semana mais tranquilo, vou conferir a "Espiadinha", postar no BLOG e ir para cozinha exercer "meus dotes culinários" - ;-)

O ritmo de vida está corrido, eu sei, e temos que nos vigiar constantemente sobre nossas prioridades e necessidades...

No momento, minha prioridade é melhorar da dor, manter a casa tranquila, curtir o final de semana e novamente escolher a felicidade como ponto de chegada!!!

Avalie suas prioridade e livre-se das pressões, planejando e seguindo o máximo para não ser vítima das cobranças!!!

E para aqueles que detestam o horário de verão, chegou o momento mais esperado do ano: à Meia Noite o horário termina e ganhamos um dia de 25hs - um sonho de consumo de muita gente não é?

Segue algumas dicas de como enfrentar essa mudança (que é mais fácil do que no início do horário, mas que também exige algumas adaptações)...


Aproveitem essas dicas para praticarem uma das dicas da FLYLady: Vá dormir em um Horário Decente!!!
Fim do horário de verão pode impactar o trabalho; veja dicas para driblar a situação
No primeiro dia de trabalho após a mudança é ideal começar o dia pelas tarefas mais simples, diz especialista

O horário de verão acaba no dia 26 de fevereiro, porém, a mudança – comemorada por muitos – acaba deixando algumas pessoas mais dispersas, o que consequentemente influencia na produtividade no trabalho.

Dessa forma, para amenizar estes efeitos, o coordenador do serviço de neurologia do Hospital Anchieta, Ricardo de Campos, aconselha àqueles que possuem mais dificuldade em se adaptar à mudança que comecem a preparar o organismo com um pouco de antecedência, antecipando o horário de dormir nos dias anteriores à alteração.
Além disso, segundo a consultora da Triad Consulting, Valéria Nakamura, no primeiro dia de trabalho após a mudança, é ideal que os profissionais procurem trabalhar dentro do seu ponto produtivo. Em outras palavras, explica, que comecem o dia pelas tarefas mais simples, que exigem menos atenção e, ao longo do dia, vão assumindo as mais complexas.
Inclusive, completa Valéria, o líder deve observar sua equipe e ter mais tolerância e flexibilidade nos primeiros dias. “Se puder, no início, o líder deve atribuir as tarefas menos complexas, mesmo por que isso ajuda a evitar o retrabalho (…) A percepção das pessoas com o fim do horário de verão é menor do que com o início, ainda assim, deve-se haver maior flexibilidade por parte da liderança”, explica.
Por que nos afeta?


De acordo com Campos, as mudanças sentidas pelo organismo com o início ou o fim do horário de verão podem ser explicadas por causa de hormônios como o cortisol e a melatonina, que regem o relógio biológico e são secretados de acordo com o tempo de exposição ao sol e à escuridão.

“Todo o metabolismo do organismo passa a se pautar de acordo com as taxas de secreção desses hormônios. Quando uma hora do dia é suprimida ou acrescentada, passa a ter alterações nesse metabolismo (…) Mudanças abruptas no nosso relógio biológico trazem malefícios incontestáveis em relação à saúde”, explica, conforme publicado pela Agência Brasil.
Dentre os efeitos que as mudanças de horários podem resultar vão desde alterações no sono, que podem causar irritabilidade, estresse e baixa produtividade, até o aumento da instabilidade vascular.
Segundo o médico, idosos e mulheres são os mais afetados pelas mudanças de horários, por conta das diversas oscilações no organismo relacionadas à produção de hormônios.
Especialistas dão dicas de como dormir bem e de hábitos que devem ser evitados
Para dormir bem
- Escolha um ambiente escuro, silencioso e com temperatura amena;
- Tente sempre dormir no mesmo horário;
- Fique atento à luminosidade: deixar a janela entreaberta ou com uma fresta de
 cortina aberta, antes de dormir, faz o sol iluminar o quarto durante a manhã. Isso
ajuda nos primeiros dias a quem precisa acordar cedo.
Evite
- Assistir à televisão ou acessar o computador antes de dormir;
- Consumir café ou chá-preto antes de repousar;
- Fazer exercícios físicos muito fortes após as 21h;
- Alimentar-se demais no jantar ou dormir sem comer;
- Tomar banho muito frio ou muito quente.
Fonte: Anna Karla Smith, neurologista e especialista em sono da Unifesp, e Jacob Faintuch,
clínico-geral do Hospital das Clínicas de São Paulo
Respeitar relógio biológico
O primeiro passo para manter o sono em dia é respeitar os horários do relógio, ou seja, tentar ao máximo seguir a rotina. Se você costuma dormir às 22h, faça o mesmo depois da mudança de horário, por mais que sinta sono mais cedo, ensina a neurologista Anna Karla Smith, especialista em sono da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). 

Respeitar o relógio biológico é muito importante para manter o sono em ordem e evitar a sonolência ao longo do dia, ensina a neurologista. 



- Tente sempre dormir no mesmo horário. Uma irregularidade dificulta mais ainda que o seu relógio biológico entenda seu horário. Quando a gente dorme, há alterações psicológicas e hormonais que dependem da regularidade do sono. 



A médica indica ainda deixar a janela entreaberta ou com uma fresta de cortina aberta, antes de dormir, para deixar o sol iluminar o quarto durante a manhã.

- A luminosidade inibe a mobilização do hormônio melatonina que promove a sonolência. Ele começa a ser liberado quando escurece.
Evitar assistir à televisão ou acessar o computador antes de dormir também ajuda a cair no sono mais rápido. 
Não caia na tentação de tomar café, chá-preto ou fazer exercícios físicos muito fortes após as 21h se quiser regularizar o sono, ensina o clínico-geral do Hospital das Clínicas de São Paulo, Jacob Faintuch.


Para o clínico, se alimentar demais no jantar, ir dormir sem comer, tomar banho muito frio ou muito quente, e ler livros ou ver filmes muito estimulantes nas horas que antecedem o sono também atrapalha a dormir. 


- O horário de verão não é a única instância que desequilibra o organismo. Novos turnos de trabalho ou viagens internacionais podem agir da mesma forma, lembra.

Para manter a saúde, esses cuidados com o sono devem ser constantes o ano todo, já que a dificuldade de dormir ou de acordar pode predispor o paciente a problemas cardíacos.
- O infarto, por exemplo, costuma ocorrer algumas horas depois de acordar e, principalmente, na segunda-feira, dia que o estresse comumente aumenta.

____ Fev 25 Não se esqueça de atrasar seus relógios em 01:00h antes de ir dormir. O Horário de Verão termina à Meia Noite e todos nós amamos "hora extra", não amamos?

Um comentário:

Cristiane disse...

Oi FlyRô, adorei as dicas, como sempre né?!!
Beijão e boa semana...
Cris...